quinta-feira, 17 de junho de 2010

Pataniscas de Bacalhau



Na serra do Açor, o peixe mais utilizado na alimentação  era o bacalhau, pois não havendo energia eléctrica, era este o peixe que se conservava sem a ajuda  do frigorífico.  
A forma  mais comum de o cozinhar era cozido  com batatas e couves ou bajas (feijão verde), numa panela de ferro. Normalmente, após a cozedura,  o bacalhau, as batatas e a hortaliça eram despejados  numa bacia, onde eram regados com o azeite que se ia buscar à pia existente na loja.  Em muitas casas a bacia era colocada sobre uma   tripeça, à volta da qual se sentava a família. Cada um, com o seu garfo, comiam da bacia, evitando assim partir a pouca loiça que possuiam  guardada na cantareira, para apenas servir em dias de festa, ou quando recebessem alguma visita.
As postas de bacalhau eram normalmente pequenas, para renderem mais, pois a   vida era difícil, o dinheiro era  pouco e tinha que se juntar para alguma doença que aparecesse. Mesmo assim, às vezes sobejavam algumas lascas que eram  aproveitadas na refeição seguinte sob a forma de pataniscas, que serviam de conduto a um delicioso arroz de feijão, de tomate ou de grelos.

É das Pataniscas de Bacalhau que hoje deixo a receita.



 - Imagem da Net -



Bacalhau - q. b.

2 colheres de sopa de farinha de trigo
2 ovos
2 colheres de sopa de água
cebola e salsa picadas
Misturam-se os ovos com a água e a farinha. Juntam-se  a cebola e a salsa picadinhas, o bacalhau desfiado  e mexe-se tudo muito bem.
Numa frigideira com azeite quente, deitam-se   pequenas quantidades desta  massa, mais ou menos 1 colher de sopa  por cada patanisca, virando -se para fritarem dos dois lados.
Retiram-se, deixam-se escorrer e servem-se.




Obrigada pela sua visita. Volte sempre.


6 comentários:

Maria Teresa disse...

Lourdes:
Que de-lí-cia que deve ser! Já anotei, pois aqui somos loucos por receitas novas de bacalhau.
Bjo carinhoso

Ana Martins disse...

Boa noite Lourdes,
de pataniscas de bacalhau todos gostamos cá em casa.

Beijinhos,
Ana Martins

Ave Sem Asas

direitinho disse...

São excelentes estas pataniscas e servidas com arroz de feijão ainda são mais gostosas.
Nunca tinha ouvido falar desse tripé onde todos comiam.
Outros tempos bem difíceis.....

Fernanda disse...

Qurida Lourdes,

Como eu gosto deste petisco, mas evito ao máximo os fritos.
Tem que ser... preciso perder 3quilos... mas que se comiam já, comiam.

Amiga, tens na minha Galeria de Prémios e Selos, um seliinho especial para ti.

Beijinhos

Anónimo disse...

Vou deixar de ver o Açor!!!!
Sabes porquê?porque vais buscar coisas que eu vivi há 40 anos atrás das quais eu tenho muitas mas muitas saudades.
O bacalhau era mais vezes cozido com aqueles nabos que cá chamam nabiças que apanhava-mos no meio do milho e se fosse cozido ao Coicão debaixo do sabugueiro tinha um gosto diferente Saudases
Beijos Hortense

Flora Maria disse...

Mas ora se não são bolinhos de bacalhau ! Não os tradicionais, feitos com batatas, mas os que normalmente se faz com legumes.

Também evito as frituras, embora sejam deliciosas...

Beijo