quarta-feira, 16 de junho de 2010

G. D. C. do Soito da Ruiva nas Burricadas de Almada




Almada, na  margem Sul do rio Tejo foi, no ínício do século passado, um local de acolhimento de muitos naturais da serra do Açor, nomeadamente das aldeias da freguesia de Pomares, que ali se fixaram.
Perfeitamente integrados no local de acolhimento, não admira pois, que durante  as festas da Cidade de Almada possamos   ver e aplaudir os amigos do  Grupo de Danças e Cantares do Soito da Ruiva participando  nas Burricadas de Almada,  numa organização da Associação dos Amigos da Cidade de Almada, que, no próximo Sábado dia 19, às  10 h 30 m, sairão do Largo Alfredo Diniz em Cacilhas.  Pelas ruas de Almada, Cova da Piedade e Cacilhas,  os participantes irão desfilar envergando   trajes antigos e fazendo dramatizações  que,  decerto trarão à memória de alguns, as tradições   da região nos  finais do séc. XIX, princípios do séc. XX, em   que o burro era a grande   ajuda  no transporte de pessoas e bens.
O dia será também  preenchido por um Pic Nic a realizar no Parque Júlio Ferraz em Almada, às 12 h 30 m e por Baile no Jardim da Piedade a partir das 16 h.
Deixo um video realizado no ano ano passado, que fui buscar ao YouTube, onde poderão ficar com  uma melhor ideia desta manifestação cultural do concelho de Almada, mas onde muitos dos seus habitantes têm raízes na serra do Açor.   






Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

2 comentários:

direitinho disse...

O espectáculo é único e também maravilhoso.
A vida é bastante adversa assim como os impostos por isso é bom que as pessoas riam e se divirtam.

Flora Maria disse...

Delicioso espetáculo, Lourdes, e gostei de ver a animação de jovens e não tão jovens participando com roupas antigas e alegria !

Contraste interesante o moderno ônibus elétrico passando ao fundo, enquanto o desfile mostrava um mundo antigo.

Muito bom !
Beijo