terça-feira, 19 de agosto de 2008

PORTO SILVADO-RESCALDO DA FESTA

O tempo que passa não passa depressa. O que passa depressa é o tempo que passou.
(Vergílio Ferreira)

§§§§§------§§§§§

A festa deste ano do Porto Silvado trouxe algumas inovações.
A principal foi a capela que se apresentou completamente renovada. No seu interior, há pormenores que melhoraram bastante o seu aspecto. Os altares das imagens dos santos foram completamente modificados apresentando-se agora encastrados nas paredes, com pormenores de granito que eu considero de muito bom gosto.
- A Capela de N. Sª. do Carmo -

As janelas foram substituídas por vitrais e, numa das paredes foi colocado um grande quadro representando o profeta Elias. Penso que as suas dimensões são exageradas para uma capelinha tão pequena e, demasiado apelativo chamando de imediato a atenção de quem visita a capela, desviando a atenção da Nossa Senhora do Carmo.



- Um dos vitrais -

Também na procissão se notaram alterações. As opas tradicionalmente vermelhas foram substituídas por outras relacionadas com a Ordem das Carmelitas, que foram usadas por todas as pessoas que transportaram algum andor ou outro objecto religioso.




- As novas Opas -


A nível musical registaram-se algumas diferenças em relação aos anos transactos, em especial na noite de 6ª feira, com o midnight show. Foi esta a noite dos jóvens
No Sábado recebemos o Gabriel, neto dum portossilvadense.
Mostrou-nos que está a evoluir no panorama musical e na forma como actua. No entanto, na minha opinião, teve um aspecto que considero despropositado.
Para que serviam os seguranças?
Afinal estava em familia e entre amigos...
Outra novidade nas festas de Porto Silvado, foi o facto de estar presente uma equipa de fotografia e vídeo. Durante os três dias de festa, fotografaram e filmaram tendo como objectivo fazer um trabalho para memória futura, que será posto à venda, visando a obtenção de verbas para custear o que falta das obras da capela.



- Um aspecto do baile -







Sem comentários: