sexta-feira, 3 de julho de 2015

Porque É Fim de Semana: Avô

Porque é fim de semana  desta vez vamos até Avô, uma bela vila da zona Centro do País, situada no sopé da serra do Açor, banhada pelo Rio Alva e pela ribeira de Pomares.
A origem desta vila perde-se no tempo, sendo anteriormente conhecida por “Couto de Avao“, pois não havendo ainda as pontes sobre os dois cursos de água, só se entrava na povoação "a vau".
Na confluência do Rio Alva com a ribeira de Pomares  existe uma pequena ilhota, o Picoto, e uma praia fluvial, que formam um pitoresco local de veraneio. Nesta época estival, proporcionam ao visitante excelentes momentos  quer mergulhando nas frescas águas do Alva, quer descansando sob as frondosas árvores  da ilha do Picoto. 

Em Avô, nasceram várias figuras importantes mas o  meu destaque de hoje vai para Brás Garcia de Mascarenhas, autor do "Viriato Trágico", considerado como o melhor poema épico de 2ª ordem de século XVII.
Escreveu também outras obras como são os casos de "Ausências Brasílicas" e "Labirinto do Sentimento na morte do Sereníssimo Príncipe D. Duarte", cujo paradeiro se desconhece.
Este poeta, humanista, capitão de infantaria, célebre governador da Praça de Alfaiates na época da Restauração nasceu 3 de fevereiro de 1596, e faleceu a 8 de agosto de 1656,  julgando-se  que os seus restos mortais se encontram num túmulo na Igreja Matriz.

Bem perto, no Miradouro Varandas de Avô, podemos usufruir duma fantástica vista para a vila e toda a fantástica paisagem envolvente.






Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

Sem comentários: