terça-feira, 27 de maio de 2014

Lisboa: Palácio Foz

O passado Sábado foi mais um dia destinado a conhecer um pouco mais de Lisboa. Desta vez, fui até aos Restauradores para conhecer melhor o Palácio Foz. Quantas vezes passei por ele, sem fazer ideia da  sua história nem das maravilhas que  o seu interior encerra.

manoliveira

 

Foto:manoliveira
O Palácio Foz foi inicialmente chamado de Palácio de Castelo Melhor pois foi mandado erigir pelos condes de Castelo Melhor num terreno das hortas "de Valerde" e da "Cera", local onde também foi construído um enorme jardim conhecido como Passeio Público do Rossio que viria a ser destruído para abrir a Avenida da Liberdade.
Durante o terramoto de 1755, o palácio foi destruído e houve necessidade de construir outro.
Em 1889, a sexta marquesa de Castelo Melhor vendeu a propriedade ao comerciante de arte Tristão Guedes Correia de Queiroz Castelo Branco que tinha o título de marquês da Foz que ali iniciou obras de melhoramentos entregando-as aos mais afamados arquitetos da época e recheando-o com o que de melhor existia de mobiliário e peças de arte.

Mais tarde, o marquês entrou em decadência e em 1901, os seus bens foram vendidos em praça pública.  

Palacio Foz (27).jpg
Foto: manoliveira

Desde então no Palácio Foz existiram  várias atividades. No rés do chão  funcionou  uma pastelaria denominada Pastelaria Foz, da qual já nada resta e  na cave um restaurante A Abadia do qual ainda subsiste uma parte. É um espaço insólito de arquitetura rebuscada, carregada de elementos decorativos e  onde se podem descortinar alguns elementos da simbologia maçónica.O espaço está dividido em três partes:o “Claustrum”, o “Refectorium” e as “Celas”, pequenas dependências de carácter reservado suspensas sobre o “Claustrum”.


manoliveira
Foto: manoliveira

Nos anos 20,  funcionou no palácio, um dos mais famosos casinos lisboetas o Maxim's. Durante o Estado Novo foi sede do S.N.I.( Secretariado Nacional de Informação), onde funcionava a Censura  e, atualmente  é ocupado pelo Instituto de Comunicação Social, pelo Museu do Desporto, por um posto de turismo e nas suas instalações decorrem periodicamente eventos culturais gratuitamente abertos ao público.


manoliveira
Foto: manoliveira


Com a  imponência do passado, existem alguns espaços que podem ser apreciados em visitas guiadas. São eles: o Átrio, o Vestíbulo e Escadaria Nobre, a Galeria, a Sala da Lareira, Sala dos Espelhos, Sala Luís XVI, Galeria dos Bustos, Sala dos Painéis, Sala de Jantar, Biblioteca e Abadia.
Nos nossos dias, o Palácio da Foz é ocupado pelo Instituto de Comunicação Social e por um posto de turismo. - See more at: http://www.historiadeportugal.info/palacio-da-foz/#sthash.ado2zWfZ.dpuf
Sem dúvida, um palácio a vistar. E, aqui tão perto de nós.
- See more at: http://www.historiadeportugal.info/palacio-da-foz/#sthash.ado2zWfZ.dpuf




            Obrigada pela sua visita. Volte sempre.




1 comentário:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Também ainda não visitei. Vou aguardando para o fazer um dia.