segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Linguagem da Minha Aldeia - D

Continuando o tema in iciado em: Linguagem da Minha Aldeia, hoje vêm as palavras começadas com:


D
Dalpardo - de alpardo, lusco-fusco
Delir - desfazer
Derreada - cansada,moída, 
Dormente – trave em cima da parede onde apoiam os barrotes ( que vêm da cumeeira)
Damonho – diabo
Degredo - martírio
Deborcar - virar um objecto
Degredo - martírio
Dejua - primeira refeição do dia
Derreado - Coxo, cansado, que se arrasta
Derriçar - tirar bagos das uvas
Desancar - bater
Desobrigar - confessar (Quaresma)
Destrambulhado - aparvalhado
Diacho  - diabo
Dormente – trave em cima da parede onde apoiam os barrotes ( que vêm da cumeeira)
 
Photobucket


 


 

Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

1 comentário:

Mariazita disse...

Olá, Lourdes
Considero-me uma verdadeira fanática da língua portuguesa. Por isso vi, com o maior interesse, este seu post.
É engraçado que algumas palavras também se usam/usavam na minha terra natal, Figueira da Foz.
Portugal não é assim tão grande :)

Continuação de boa semana. Beijinhos