quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Sonhos de Natal

Dos bolos e doces tradicionais de Natal, eu adoro sonhos. De cenoura, de abóbora ou simples constituem uma verdadeira perdição em minha casa. Normalmente faço poucas vezes mas, quando isso acontece, tenho que fazer uma grande quantidade  pois, enquanto os estou a fritar, ninguém resiste à tentação e começamos a comê-los ainda quentinhos.



Aqui fica a receita. Estes são sonhos simples.
3 dl de leite;
1,5 dl de óleo;
1 casca de limão;
Uma pitada de sal fino;
250 gr de farinha;
6 ovos inteiros grandes;
Óleo para fritar;
Açúcar em pó para polvilhar.


Deita-se o leite com o óleo, a casca de limão e o sal num tacho e deixa-se ferver. Adiciona-se  a farinha duma só vez e, mistura-se muito bem  com uma colher de pau, até  a massa se descolar do tacho.
Deixa-se  arrefecer e acrescentam-se  os ovos inteiros, um a um, mexendo sempre.
Coloca-se óleo  numa frigideira (funda) e deixa-se aquecer bem. Deitam-se  colheradas de massa e deixa-se fritar de ambos os lados. Retiram-se e deixam-se escorrer.
Polvilham-se  com açúcar misturado com um pouco de canela.

Nota:
Fritam-se poucos sonhos de cada vez, porque a massa vai abrir e aumentar o tamanho de cada sonho. Normalmente não é necessário virar os sonhos porque eles viram-se sozinhos, mas convém estar atenta para não fritarem só dum lado.



Obrigada pela sua visita. Volte sempre.


2 comentários:

Osvaldo disse...

Lourdes;
Ao passar para te desejar os votos de um Santo e Feliz Natal, deparei com esta bela foto.
Ai que saudades eu senti da minha mãe que com carinho ficava a noite inteira a fritar todas estas doçarias para a noite da consoada enquanto os filhos dormiam. Óh quantas saudades!!!...

BOAS FESTAS, Lourdes, extensivas a toda a familia.
bjs,
Osvaldo

Anónimo disse...

Tejelada coscoreis
São os doces de natal
Que o menino Jesus vos dê saude
E muita paz para Portugal.

Voz do Goulinho
António Assunção