segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Falcoaria Real de Salvaterra de Magos


Situada em Salvaterra de Magos, a Falcoaria Real surge devido à  família real ter a caça como um dos principais passatempos.


Desde tempos remotos os falcões tiveram um papel importante, ajudando na captura das espécies cinegéticas.  
A família real possuía um  palácio (casa de campo) nesta vila, e havendo  abundância de caça na região, o nascimento da falcoaria foi natural.


Do estrangeiro, o rei recebeu várias ofertas de falcões e , em 1765, chegaram ao país mais sessenta, que foram treinados  na falcoaria real de Salvaterra de Magos. 


Com a partida da família real para o Brasil, a falcoaria entrou numa fase de decadência mas, há algum tempo atrás, iniciou-se um processo de  recuperação e valorização da Falcoaria Real e a Câmara Municipal de Salvaterra de Magos  voltou a abrir as suas portas.


Durante este fim de semana, tive oportunidade de visitar este local com um grupo de amigos e de ficar a   conhecer um pouco mais, sobre a vida destas aves em cativeiro.


Da visita constaram um  filme, a observação pormenorizada das diversas espécies de aves que vivem, actualmente, na Falcoaria,   uma visita à exposição permanente patente no local e a demonstração da actuação dum falcão em pleno vôo.


Desta forma, ficámos a conhecer  um pouco da vila de Salvaterra de Magos, bem como da história da Falcoaria em Portugal. 


Obrigada pela sua presença. Volte sempre!

Sem comentários: