segunda-feira, 25 de abril de 2016

Lisboa: Convento da Madre de Deus I



No último fim de semana, na companhia de excelentes amigos fizemos uma visita fantástica ao Convento da Madre de Deus. Ali visitámos a igreja, claustros e as salas que albergam o Museu Nacional do Azulejo.


O Convento da Madre de Deus fica situado em Xabregas, na zona oriental de Lisboa.
Foi mandado construir pela Rainha D. Leonor, mulher do Rei D. João II, em 1509,  em estilo manuelino,  para acolher um pequeno grupo de freiras Franciscanas Descalças da primeira Regra de Santa Clara, vindas de Setúbal. 


entrada da Igreja  é  um bonito Portal Manuelino com os brasões do rei D. João II e de D. Leonor e pensa-se ter pertencido à traça primitiva.
Quando D. Leonor morreu, a igreja ainda não estava completa e o espaço era demasiado pequeno para as necessidades.
Em 1550, D. João III mandou terminar as obras da igreja e  coro, recebendo  influência renascentista. 



No reinado de D. Pedro II e D. João V, o  convento foi alvo de obras de remodelação, recebendo decoração barroca, patente nos painéis de azulejos,  altares de talha dourada, pinturas,...Com o terramoto de 1755, o convento ficou bastante danificado mas, o Rei D. José mandou proceder às obras de restauro.


Com a extinção das Ordens Religiosas o Convento começou a ser preparado para permitir  a instalação do Asilo D. Maria Pia. 

Durante o século XX, ali foi armazenado um grande espólio de azulejos que, a par da grande quantidade de painéis que cobrem as paredes do edifício, deram origem ao Museu Nacional do Azulejo.


Obrigada pela sua visita. Volte sempre.





Sem comentários: