quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Vindimas II

Hoje foi dia de esmagar as uvas. O processo foi rápido pois a mecanização facilita muito o trabalho. Neste momento, o mosto está já em repouso a fermentar até o vinho ficar pronto para ser colocado nas cubas.



Este trabalho já nada tem a ver com o que se desenrolava durante a minha meninice, que era muito mais alegre e agitado. A azáfama era grande a carregar as cestas de uvas para as lojas onde os homens  se entre-ajudavam e faziam  grande alarido a  pisar as uvas.
O tempo passou e os costumes mudaram. Perdeu-se o encanto duma das mais genuínas actividades do mundo rural onde o trabalho caminhava de mãos dadas com a amizade e confraternização.
Dessa época resta a  saudade, carregada de doces lembranças de muitos momentos que partilhei com todos os familiares e amigos que já partiram.



Obrigada pela sua presença. Volte sempre.







Sem comentários: