terça-feira, 21 de abril de 2015

Arganil

Volto a Arganil para destacar um local  que, desde muito nova, me atrai na vila sede do meu concelho. Refiro-me ao jardim e mata situados junto ao hospital. Este espaço  fazia parte das  propriedades  da Condessa de Canas, fidalga que residiu em Arganil, até ao seu falecimento em 1879.

Esta senhora, D. Maria Isabel de Melo Freire de Bulhões,não tendo descendentes, deixou em testamento, grande parte dos seus bens à Santa Casa de Misericórdia de Arganil.

A antiga Casa Senhorial, passou a funcionar como hospital e  o antigo jardim  foi alvo de obras de melhoramento paisagístico,  recebendo, na parte central, um monumento de homenagem à fidalga benemérita.
A Santa Casa da Misericórdia abriu este espaço ao público e disponibilizou-o para a realização de festas.
Logo ao lado, ainda nos terrenos doados pela condessa, foi construído o Parque Infantil Eng. António Silvestre Almeida Leitão. 


Na continuação deste jardim,  existe a Mata do Hospital  ou Mata das Misericórdias- um espaço natural de lazer, constituído por fauna e flora autóctones, onde é possível entre outros, percorrer os diversos percursos pedestres, usufruir da natureza refrescante,  apreciar as cascatas espalhadas pela Mata, ou participar em qualquer das atividades que, periodicamente, ali se desenvolvem.
Sem dúvida, este é um espaço de visita obrigatória, para quem se desloca a Arganil.



Obrigada pela sua visita. Volte sempre.










Sem comentários: