sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Porque é Fim de Semana: Freguesia de Pomares

Porque é fim de semana, regressamos a Pomares para terminar o nosso périplo pelas aldeias da sua freguesia.
Começamos pelo Sobral Magro. Esta  povoação  é também das mais antigas da freguesia, não se conhecendo a data da sua fundação. Os primeiros registos referem-na como Casal do Sobral.
Tem  uma bonita capelinha, a maior da freguesia, cujo  orago é  São Domingos.
A sua Comissão de Melhoramentos foi fundada oficialmente no dia 14 de Março de 1952, embora já existisse anteriormente.
Da aldeia fazem ainda parte os lugares do Covão, Foz da Mourísia e Espinho.

Continuamos para o Soito da Ruiva, uma pequena mas dinâmica aldeia que tem como orago São Lourenço.
A fundação da sua Comissão de Melhoramentos  data de 17 de outubro de 1953.
Para além da sua Comissão, alguns  habitantes da povoação juntaram-se e formaram o grupo de Danças e Cantares do Soito da Ruiva, que em muito tem contribuído para a divulgação da freguesia de Pomares e concelho de Arganil.
Seguimos agora para o Sobral Gordo, aldeia abençoada por Nossa Senhora da Nazaré.
O Sobral Gordo também tem na sua Comissão de Melhoramentos, fundada em 1945, o garante do seu desenvolvimento.  
Tal como o Soito da Ruiva, o Sobral Gordo  também tem um grupo,  o Grupo Etnográfico Raízes do Sobral Gordo, que leva o nome da região e os seus usos e costumes a todos os locais onde atua.

Terminamos aqui a viagem pela freguesia de Pomares. No próximo fim de semana vamos partir à descoberta de mais aldeias da serra do Açor, mas num outro concelho.






Obrigada pela sua visita. Volte sempre.





1 comentário:

Manuela Cardoso disse...

Excelente post informativo gostei de ver beijinhos