sexta-feira, 19 de julho de 2019

Porque é fim de semana: União de Freguesias de Miuzela e Porto de Ovelha 1

Porque é fim de semana, vamos prosseguir na descoberta das  localidades portuguesas do concelho de  Almeida,  indo para a União de Freguesias de Miuzela e Porto de Ovelha.
Vamos começar pela antiga freguesia de Miuzela, a mais afastada da sede concelhia. 


Situa-se num contraforte da serra das Mesas, junto à ribeira de Noemi e ao rio Côa, numa zona com diversos vestígios históricos que comprovam a antiguidade da vida humana por estas paragens.  
Tal como outras aldeias da região, a Miuzela sofreu bastante com as Invasões Francesas, principalmente com a 3ª. invasão. Os soldados de Napoleão pilharam tudo o que podiam e, quando não encontravam o que pretendiam, exerciam grande violência sobre a população. 



Pertenceu ao concelho de Castelo Mendo, até à sua extinção em 1855. Passou então para o do Sabugal até  1895, data em que foi integrada no concelho de Almeida.
O orago da aldeia é Santa Maria Madalena e a sua igreja setecentista,  com características Tardo-Barrocas.



É formada por nave, capela-mor e sacristia. No interior, os destaques vão para o altar-mor, os retábulos colaterais, os confessionários, o nicho e as colunas de mármore.
A ladear a fachada principal, destaca-se a torre sineira.

Do património religioso da povoação, destacam-se ainda:
- Capela de Santa Luzia - da 1ª metade do século XIX;



- Capela de Santa Bárbara - datada do século XVIII, era assistida pelos frades do Convento da Malhada Sorda.



- Capela de S. Martinho - também do século XVIII;
- Calvário - Do século XVIII/XIX; 



Outro Património da aldeia:
- Torre do relógio, do século XIX;



- Monumento às vítimas do colonialismo, do século XX;



Fonte de Mergulho, do século XVIII;
- Casa da Botica, datada do século XVI,  de estilo manuelino;
- Forno Comunitário, do século XVIII/XIX;...




Obrigada pela sua presença. Volte sempre!




Sem comentários: