sexta-feira, 31 de julho de 2015

Há Festa no Soito da Ruiva





Obrigada pela sua visita. Volte sempre.


quinta-feira, 30 de julho de 2015

Há Festa na Relva Velha






Obrigada pela sua visita. Volte sempre.


quarta-feira, 29 de julho de 2015

Imagens Que Falam Por Si: Quiosques II

Quiosque no Largo do Camões - Lisboa



Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Festa de Verão em Pomares





Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

Há Festa no Agroal


Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Lisboa: Teatro Nacional de São Carlos

Com a chegada do verão, o Teatro Nacional de São Carlos encerra as suas portas mas não param as atividades. Aproveitando o bom tempo,  no  Largo de São Carlos, no Chiado puderam-se assistir a espetáculos gratuitos de canto, ópera e  bailado donde se destacaram as participações da Orquestra Sinfónica Portuguesa e do Coro do Teatro Nacional de São Carlos que complementaram projetos protagonizados pelas gerações mais jovens.
Uma boa iniciativa do Teatro Nacional de São Carlos, que gratuitamente dá acesso a  espetáculos de música erudita a pessoas de todas as classes.




Obrigada pela sua visita. Volte sempre.


sexta-feira, 24 de julho de 2015

Porque É Fim de Semana: Aldeia de São Francisco de Assis

Porque é fim de semana vamos novamente  para o concelho da Covilhã para conhecermos a Aldeia de São Francisco de Assis.
Outrora conhecida por Bodelhão, esta povoação está situada a sul da Serra da Estrela, nos contrafortes  da Serra do Açor.
Esta é mais uma localidade de povoamento bastante remoto, o que provam os vestígios arqueológicos encontrados na região.
Na época da fundação de Portugal, este território foi  integrado no termo da Covilhã, mas a freguesia só é mencionada no século  XVI ou XVII. 
Inicialmente pertenceu à  Ordem de Malta de S. João do Hospital de Jerusalém e ao Isento do
Crato, incorporado em 1789 na Casa do Infantado.
No Tombo dos Bens do concelho da Covilhã, de
1615, é feita uma referência à povoação através de um prazo ou emprazamento feito
por 190 anos a um tal de João Francisco.

Bodelhão pertenceu ao concelho do Fundão até
1895, como lugar anexo da freguesia de Barrocado Zêzere. Nessa altura,  passou para a Covilhã como anexa do Ourondo,do qual foi
separado em 1901, pelo dec. de 19 de Julho,
que criou a freguesia civil do Bodelhão.Da freguesia fazem também parte Barroca Grande e Parada.

Em1928, Bodelhão passou a chamar-se Aldeia de São Francisco de Assis, segundo diploma legal "Porque esta última mais se coaduna com o sentir da população e mais se ajusta ainda à tradição".
Sendo uma aldeia tradicionalmente agrícola, viu o seu modo de vida alterar bastante a partir de 1898, após a descoberta de volfrâmio nas minas da Panasqueira. Para além disso, a região recebeu também muitos trabalhadores doutras regiões que vinham em busca de melhores condições de vida.
Na freguesia existem duas igrejas matrizes. Como a primeira se tornou pequena foi construída mais tarde, uma outra maior.


Outros monumentos religiosos interessantes são a  Capela de S. João Baptista, Ermidas às Alminhas e o Monumento ao Cristo Operário.

Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Fernando Pessoa

A 13 de Junho de 1888, nesta casa no Largo de São Carlos, nasceu Fernando António Nogueira Pessoa,  conhecido por Fernando Pessoa ou por qualquer dos seus heterónimos.
O pai de Pessoa morreu, tinha ele apenas 5 anos. A mãe voltou a casar com o cônsul de Portugal em Durban, cidade para onde foi viver e onde recebeu educação britânica.
Entre Lisboa e Durban, inicia a sua vida literária, escrevendo os primeiros textos em inglês.
Em 1905 regressou definitivamente a Portugal, onde continuou a escrever os seus poemas e se dedicou à tradução de correspondência comercial
Em 1915, com outros autores seus amigos, fundou a revista Orfeu, mais tarde a editora Olisipo e colaborando também em várias revistas literárias.
Faleceu no dia 30 de Novembro, com 47 anos de idade, no Hospital de São Luís dos Franceses, em Lisboa.

Junto à porta do prédio onde nasceu o poeta, uma estátua com quase 4 metros perpetua a memória deste que é um dos mais importantes autores da língua portuguesa.

 
Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

 


quarta-feira, 22 de julho de 2015

Noite com Miguel Torga




Obrigada pela sua visita. Volte sempre.



terça-feira, 21 de julho de 2015

Pudim de Leite Condensado no Micro Ondas



1 lata de leite condensado
1 lata de leite
2 ovos
Essência de baunilha a gosto
Misture esses ingredientes, sem bater no liquidificador
Forre apenas o fundo de uma forma de pudim própria para micro ondas, com calda, coloque uma grade que serve como segundo andar no micro ondas e sobre ela, a forma, na potência alta por 9 minutos
Aguarde esfriar que ficará na consistência perfeita.
Solte as laterais com a ponta da faca e desenforme.
Sirva.





Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Há Festa nas Corgas!





Obrigada pela sua visita. Volte sempre.



sexta-feira, 17 de julho de 2015

Porque É Fim de Semana: Sobral de São Miguel

Mais um fim de semana e mais uma aldeia a visitar. Desta vez, vamos para a freguesia de Sobral de São Miguel.

Esta freguesia pertence ao concelho da Covilhã  do qual dista 40 Km e é composta pelos lugares de Quinta do Pereiro  e Sobral de São Miguel.
A origem desta aldeia remonta à era romana mas o documento mais antigo que se conhece, onde se faz referência ao Sobral  é uma carta militar datada de 1284.
D. João cedeu as terras do Sobral à ordem de Cristo e as  de Silvares e Casegas à ordem dos Templários.
Em 1505 o Sobral passa a pertencer à Comenda do Castelejo, da qual já faziam parte Silvares e Casegas.
De 1793 a 1888 o Sobral fez parte da freguesia de Casegas sendo conhecido por Sobral de Casegas. Em 1888  tornou-se numa freguesia cívil  e em 1972 passou a chamar-se Sobral de S. Miguel.
O Sobral de São Miguel é uma aldeia  rural e, com as suas habitações em xisto, foi integrada na rede das Aldeias de Xisto em 2010. 
Em termos eclesiásticos, foi  curato da apresentação do vigário de Nossa Senhora da Silva de Castelejo e, atualmente tem como orago São Miguel.
Para além  da igreja matriz tem como património religioso a Capela de Santa Bárbara, a Capela da Senhora da Boa Viagem na Quinta do Pereiro e várias alminhas.Outro património que merece destaque, são a Casa Museu João dos Santos (onde actualmente se localiza a Sede da Junta de Freguesia) e a Residência Paroquial. 




Obrigada pela sua visita. Volte sempre.







quinta-feira, 16 de julho de 2015

Há Festa no Porto Silvado!

Hoje é dia de Nossa Senhora do Carmo. Antigamente, era no dia de hoje que se realizava a festa de Porto Silvado. De há alguns anos a esta parte, passou a realizar-se no primeiro sábado de agosto, a fim de se aproveitar um fim de semana, dando a possibilidade de mais portossilvadenses estarem presentes na sua aldeia. 
Hoje publico o cartaz com o programa da festa a realizar este ano. Não faltem!



Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Imagens Que Falam Por Si

Rio Alva no Barril de Alva



Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

terça-feira, 14 de julho de 2015

Há Festa na Foz da Moura

Todos os anos, quando chega o verão, tenho por hábito divulgar algumas festas das aldeias da região. 



Começo com a festa da Foz da Moura que se realiza   nos próximos dias 24, 25 e 26 do corrente mês de Julho,em honra de São Francisco.
O Programa é o seguinte:

Dia 24 sexta-feira:
15 horas - Abertura das festividades com música de aparelhagem.
22 horas - DJ/com o animador Rui Sargento.
Dia 25 sábado: 
09 horas - Continuação dos festejos com Aparelhagem Sonora;
15 horas - Torneio de sueca (inscrições até ao inicio do torneio);
22 horas - Baile com o conjunto NELY CORREIA 
Dia 26 domingo:
13 horas - Tradicional sardinhada, febras e entremeada. (oferta da Comissão a todos os sócios e amigos);
15 horas - surpresa – para animar a tarde haverá bifanas, hambúrgueres, caipirinha, etc. e o serviço de bar funcionará em permanência.



Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

Há Festa no Sobral Magro!





Obrigada pela sua visita. Volte sempre.


segunda-feira, 13 de julho de 2015

Dia de Cresta

O ditado diz: “No dia de Santa Isabel vai à colmeia tirar o mel”.
Não foi no dia de Santa Isabel, mas foi hoje que o meu pai fez a cresta. 

As fotos abaixo são de parte do trabalho feito depois da cresta.



Obrigada pela sua visita. Volte sempre.




sexta-feira, 10 de julho de 2015

Porque É Fim de Semana: Casegas

Porque é fim de semana, vamos continuar à descoberta de  localidades da serra do Açor e partimos para um concelho que pouco conheço. A partir de agora, vou-me servir  dos dados que encontrar  na internet e das imagens do Google Earth, para descobrir novos locais do nosso país.
Vamos então partir à descoberta das aldeias do concelho da Covilhã que estão inseridas no espaço físico da serra do Açor. 
Começamos pela antiga freguesia de Casegas, que, atualmente, forma com Ourondo a União das Freguesias de Casegas e Ourondo, da qual é a sede.
A História de Casegas é, como a de muitas outras localidades, desconhecida mas com a certeza de ser bastante remota. 
 
Existe uma carta de doação de Casegas à Ordem dos Templários, feita por Soeiro Fromarigues no ano de 1215 da era de César, ou seja, no ano de 1177 da nossa era, mas da qual não se tem a certeza da sua autenticidade.No entanto,  no primeiro mapa de Portugal já aparece Casegas com o nome "Caregas".
 
Esta povoação localiza-se entre as ribeiras de Unhais e de Casegas, a trinta quilómetros da Covilhã, a sede de concelho. No século XIX, a freguesia era maior do que atualmente, pois nela estavam integradas as localidades de Ourondo(  até 31 de Março de 1841), Cebola (até 12 de Junho de 1887) e Sobral (até 28 de Novembro de 1888). 
Da história de Casegas sobressai o facto de ter sido dotada de escola em 1773, após a reforma do ensino levava a cabo pelo Marquês de Pombal. Ali se ensinaram as primeiras letras e o Latim, que no concelho da Covilhã só acontecia na sede, em Teixoso e Tortosendo.

Sob o ponto de vista religioso, a paróquia era um curato da apresentação da vigairaria de Nossa Senhora da Silva do Castelejo, freguesia do concelho do Fundão.
A igreja paroquial, foi construída em 1933-1934, e tem como orago São Pedro, sendo um belo tempo de estilo moderno.

Do património cultural e edificado destacam-se a  Capela das Almas, Capela do anjo da Guarda, 1ª Casa de Casegas "Abrasonada", Igreja Paroquial, Ponte de Origem Romana, Forno Comunitário, Lagar de Azeite e Moinhos Tradicionais.
Conhecendo bem o outro lado da serra, esta é uma região  que está nos meus planos visitar assim que puder.


Obrigada pela. sua visita. Volte sempre.